[Resenha] O Diário da Princesa, de Meg Cabot



Eu só tenho uma pergunta: Por que eu demorei tanto tempo para ler esse livro? Eu tenho consciência de que os livros sempre são melhores que os filmes, mas olha a Disney tá de parabéns por ter estragado a história toda! ( A Disney só estragou a história, porque a Anne Hathaway ainda é a Mia perfeita pra mim <3)

Ok, vamos deixar o filme de lado e falar sobre o livro. 


Mia é uma adolescente introvertida, nada popular, que tem sérios problemas em falar sobre seus sentimentos- razão pela qual sua mãe lhe dá um diário. Mia documenta tudo no diário! Fala sobre sua paixonite pelo Josh Bryant , o garoto mais lindo do colégio; sobre seu desafeto com Lana Thomas; sobre sua relação com sua melhor amiga, Lilly Moscovitz; até o irmão irritante da Lilly, Michael, aparece no diário. Logicamente, seus pais também são citados nas páginas. 

A mãe de Mia, Helen, é uma artista liberal e está saindo com o  o Sr Gianini, professor de matemática da filha (matéria no qual ela não vai nada bem por sinal). O Pai de Mia, Phillipe, ocupa um alto cargo num pequeno país da Europa e recentemente sofreu de um cancer no testículo. Razão pelo qual ele não pode mais ter filhos. 

E é aí que a vida de Mia muda completamente. 

Ela sempre soube que o pai era importante, já que ele tinha um cargo no governo de Genóvia, e Mia sempre passava as férias em um castelo francês juntamente com o pai, a avó (Grandmère) e qualquer mulher que o pai estivesse namorando na época. Mia sabia que o pai era rico, mas ela não fazia ideia de que ele era o Príncipe de Genóvia, e como ele não tinha outros filhos ( e nem teria outros), ela era a única herdeira do principado.  


Se a notícia em si já não fosse um choque, Grandmère decide ir para Nova York, a fim de transformar a adolescentezinha sem graça, numa verdadeira princesa. E enquanto Julie Andrews é uma fofa no filme, a Clarissa Renaldo dos livros não está entre as pessoas favoritas da neta. 

Sua nova posição estremece sua relação com Lilly, mas a faz ficar mais próxima de Michael, além de ganhar uma nova amiga, Tina Hakim Baba. Claro que, Lana e Josh também se aproximam dela. E mia precisa lidar com seus sentimentos contraditórios que sente por Josh e Michael, conciliar sua amizade com Tina e Lilly, sua relação com seus pais e a avó, para não mencionar toda essa coisa de ser princesa. Ah, e sem contar a sua iminente repriovação em matemática. 

O Diário de Uma princesa é o tipo de literatura que diverte crianças, jovens e adultos, e não decepciona nem um pouquinho!   
















0 comentários :

Postar um comentário