Demolidor: Diabo da Guarda

Antes de iniciar esta resenha, gostaria de me apresentar. Sou Filipe, e, atualmente, a leitura que mais faço são quadrinhos. Há quem diga que sou marvete, mas não gosto desses "títulos". Prefiro dizer que gosto de quadrinhos, independente da editora (embora admita que costumo mais ler Marvel). Estarei aqui com vocês quinzenalmente falando um pouco sobre quadrinhos. Agora, vamos direto ao assunto.



“Após ficar cego devido a um acidente na infância, Matt Murdock descobre seus sentidos mais aguçados que um ser humano comum. De dia, advogado sócio de uma firma de advogacia, de noite, protege a cidade sob o nome de Demolidor. Agora ele tem um novo desafio.Uma menina de 15 anos entrega um bebê dizendo que um anjo a mandou entregar a ele e que o bebê é o novo Cristo”



Titulo: Demolidor: Diabo da Guarda
Escritor: Kevin Smith
Arte: Joe Quesada
Ano:1998-1999
Edições: (Daredevil - vol. 2 #1-8)
Editora: Marvel


Esse foi, de fato, o primeiro arco do Demolidor que eu resolvi ler. Mesmo sem conhecer, eu sempre encarei ele como um herói sem graça, com um “poder” bobo. Depois da série do Netflix resolvi dar uma chance, e não me arrependo.


Um dos pontos que achei mais interessante, é o conflito em que o Demolidor se encontra. Alguns dizem que essa criança será a salvação da humanidade, outros dizem que trará a destruição. Qual a verdade?


O roteiro de Kevin Smith foi escrito, muito bem escrito, para que o leitor não consiga saber o que está acontecendo até o momento que tudo é revelado. Eu não estava entendendo o que estava acontecendo até o final da sexta edição.


Tal qual o roteiro, a arte é um show a parte. Joe Quesada conseguiu mostrar com precisão os sentimentos dos personagens. A cada alucinação (ou visão?) do Matt, é possível sentir exatamente o que ele sente, seja raiva, confusão ou alívio.


Demolidor: Diabo da Guarda é muito recomendado para fãs e não fãs do personagem. Com uma trama envolvente, coesa e uma arte genial.

3 comentários :

  1. Lerei! Muito boa resenha, me deixou com vontade de ler!

    ResponderExcluir
  2. Apesar do blog ser fangirls, vou acompanhar aqui quando possível...

    ResponderExcluir
  3. Adorei! :) mas ainda acho "muito sombrio e escuro" eu e minhas manias hahahaha

    ResponderExcluir