[RESENHA] Vingadores vs X-Men


A rivalidade entre os dois maiores grupos de heróis da editora em razão da potencialmente desastrosa volta da Força Fênix e sua provável hospedeira, a mutante Esperança.

Roteiro: Brian Michael Bendis, Matt Fraction, Jason Aaron, Ed Brubaker, Jonathan Hickman
Arte:  John Romita Jr, Olivier Coipe


Primeiramente, peço desculpas pelo “pequeno” hiato que precisei fazer em minhas postagens. Mas acho que agora está tudo normalizado e farei o possível para continuar postando regularmente. Tendo dito isso, vamos pros quadrinhos.


Antes de mais nada, devo dizer que Vingadores vs X-Men é uma “sequência” de Dinastia M, e este já foi resenhado. Caso não tenha lido clique aqui. E ele não é uma sequência direta, visto que existem diversos arcos entre eles, mas é uma continuação dos eventos. Não entendeu? Então vamos seguir.


Após os eventos de Dinastia M, os mutantes viraram uma espécie em extinção. Os boa parte dos mutantes já vivos perderam os poderes e nenhum novo mutante nascia. Os remanescentes se protegem na mansão X com sentinelas. Inclusive, é por isso que vemos tão pouco deles em Guerra Civil. Tudo isso muda quando uma nova mutante nasce: Hope.


Devido a alguns acontecimentos, incluindo viagens e no tempo, descobre-se que Hope é a próxima hospedeira da entidade Fênix. Por isso ela seria a “Esperança” dos mutantes. Essas viagens no tempo aconteceram no arco Complexo de Messias. E caso não conheçam a entidade Fênix, prometo que um dia tratei meu arco de X-Men favorito: A Saga da Fênix.



Os Vingadores entendem que a volta da Fênix é uma ameaça mundial, devido seu poder incontrolável. Os X-Men precisam dela para o retorno dos mutantes. Essa diferença de pensamento fez com que os X-Men atacassem primeiro e original de fato o Vingadores vs X-Men.


Esse arco é complicado. Não de entendimento, mas de ter uma opinião final. É muito fácil entender os dois lados. Os Vingadores querem simplesmente proteger todo o mundo, e os mutantes a própria espécie. Ambos os lados fariam de tudo pelos seus ideais, inclusive tentativas de assassinatos, e em alguns casos efetivos. Mas uma coisa que é fato, todos os envolvidos são levados ao limite de suas ideologias.



Todo esse início que expliquei é muito legal, com bastante ação e muita coisa acontecendo. Mas achei o desenvolvimento um pouco lenta. Começaram a incluir alguns outros elementos e personagens de uma hora pra outra, deixando outros pontos mais interessantes de lado, como uma das coisas mais legais: O Quinteto Fênix. Em um dado momento, a força Fênix é separada entre 5 dos mutantes tendo seu poder dividido entre todos. E são eles:


  • Ciclope
  • Emma
  • Namor
  • Colossus
  • Magia



Parte da trama envolve diretamente cada um deles, e é nesse momento que a trama volta aos trilhos. Todo o ato final é muito legal. Só achei a conclusão que achei muito óbvia, mas nada que atrapalhe o arco como um todo.


Eu sem dúvida recomendo a leitura de Vingadores vs X-Men, sobretudo pra você que já passou por Dinastia M, por ser tratar de uma conclusão dos eventos. E mesmo quem não leu Dinastia M é uma leitura divertida.


Por Filipe

0 comentários :

Postar um comentário