[Resenha] Aliança de Casamento, Jasmine Guillory



Aliança de Casamento 
Autor: Jasmine Guillory
Páginas: 256

Editora: Essência



Segundo pesquisas, o medo de elevadores é uma das fobias mais comuns do ser humano. Afinal, nada de bom pode sair de ficar preso em uma caixa de metal minúscula. É uma situação tão apavorante, que é difícil estabelecer se seria melhor ficar presa sozinha ou ter alguém para dividir o desespero. Não importa! Não tem como ser bom! Quer dizer, a menos que você seja Alexa Monroe e Drew Nichols.


Alexa está no hotel Fairmont, em São Francisco,  para se encontrar com a irmã, vinda de Nova York, e comemorar a promoção que ela tinha recebido. Já Drew está na cidade para o casamento do seu melhor amigo...com sua ex-namorada.  Os dois ficam presos no elevador e acabam conversando sobre suas vidas, enquanto devoram os biscoitos e queijo que Alexa tinha comprado para a irmã, sem falar do champanhe. A conexão entre ele é instantânea, mas quando as portas se abrem, cada um vai para o seu canto, até que Drew decide pedir um favor: que Alexa finja ser sua namorada pelo final de semana, para que assim, ele possa suportar o casamento. Como sua vida social estava parada há século, Alexa aceita ajudá-lo.

Já deu para perceber que o livro tem aquele "quê" de clichezinho gostoso, né? E é exatamente isso! Durante o casamento, enquanto fingem ser um casal apaixonado, ambos se dão conta de que há alguma verdade em toda aquela farsa. Não tem como negar a atração que há entre eles. E o que era para ser uma noite de mentiras, se transforma em viagens de final de semana, para que ambos possam se encontrar e tentar descobrir o que realmente estão sentindo, mas sem rotular nada por enquanto.

Claro que a distância e os problemas de relacionamentos anteriores vão ser algumas das barreiras para o relacionamento deles. Mas também veremos como eles afetam a vida pessoal e profissional de cada um positivamente. O livro trata de questões importantes como racismo e machismo de uma maneira sutil e muito pontual, e que foge dos clichês já conhecidos do entretenimento quando se trata de um casal inter-racial.

O ritmo de leitura é muito fluido, mas o ritmo cai um pouco no último terço do livro, mas nada que influencie muito na leitura (eu mesmo li o livro em um único dia!).  É uma leitura leve e envolvente. Jasmine Guillory foi uma grata surpresa e já entrou na minha lista de compras futuras (na verdade, eu já comprei o próximo livro, que é de dois personagens dessa série).



0 comentários :

Postar um comentário